Existem várias maneiras de manipular o peixe para o seu armazenamento. Alguns pescadores, logo após a captura, tiram-lhe as vísceras e as escamas. Porém, a maioria os acondiciona em um saco plástico e o joga no freezer, deixando a limpeza para o dia de consumo do pescado.

Informação de um chefe de cozinha muito valiosa: predadores carnívoros (Anchova, Garoupa, Dourado-do-mar e outros), não raramente, na hora da captura estão com o estômago cheio de alimento “in natura”, como Sardinhas, Mariscos, Camarões e Lulas. Se forem armazenados sem serem limpos enquanto fresquinhos, acontecerá o que chamamos de osmose, isto é, gosto e cheiro predominantes vão “passar” para o peixe, pelo contato direto e prolongado do conteúdo estomacal, rico em suco gástrico.

CONCLUSÃO: corremos o risco de comer peixe “nobre” com gosto de “sardinha” ou de coisa pior.

DICAS

Leve para as suas pescarias tesoura ou faca para limpar peixe no próprio local da captura, deixando as vísceras como alimento aos demais peixes. Com isto, não levará “lixo” para casa e receberá dupla recompensa: da esposa, com certeza; e, dos amigos, elogiando o gosto especial do peixe.

Nossa equipe preparou um vídeo especial limpando o peixe com uma tesoura multifunções, confira:

 

Pin It on Pinterest